4 de junho de 2012

PensaDOR


 E as vezes dói de lembrar. Pensar é inconsciente, é apenas consequencia de algo que acabou e deixou sequelas.
 Um dia passa, uma hora o coração se refaz, a cabeça se adapta e a segurança volta a ser a mínima outra vez, porque o momento é totalmente desprovido de mim mesma.
 Onde é que fui parar? Eu sei. Ta bem aqui, estou polpando pra amanha. Chegar na escola e sorrir como se não estivesse machucando ainda mais. Sorrir pra que sorriam de volta, acho que compensa, não?
 Eu realmente não preciso de ninguém. Talvez não, mas jamais sim.
 Só quero que Deus cuide bem do que não está ao meu alcance e sei que ele está vendo cada motivo, cada lágrima, cada lembrança e escolhendo cada caminho. Tudo vai dar certo, é só ter fé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário